Conheça a história de Natinho: de funkeiro a digital Influencer de sucesso

A história de superação deste jovem que se tornou um ícone na cena do funk no Brasil é inspiradora. Tudo começou quando Renato Prata Madureira, conhecido como Natinho no meio artístico, sonhava em um dia trabalhar como músico de funk. Para buscar transformar seu sonho em realidade, em meados de 2009 ele criou um canal no YouTube e acabou sendo um dos pioneiros em utilizar as plataformas digitais para promover sua arte.

Renato morava em um bairro da periferia na zona leste da cidade de São Paulo, com seus pais e seu irmão, Renan Prata, que também é digital influencer. Ele alega que apesar das dificuldades financeiras, nunca lhes faltou a refeição na mesa, e que com os seus pais e com as situações vividas aprendeu o valor do dinheiro e da humildade. O que ele não imaginava é que a partir do momento em que o YouTube começou a gerar dinheiro via monetização, tudo iria mudar para melhor: “tive meu primeiro salário e assim, fui comprar coisas que sempre quis como tênis, roupas, etc. Comecei a viver da minha arte. O funk sempre me chamou atenção por ser irreverente e apontar na letra da música o cotidiano vivido nas comunidades carentes e periferias, que era a minha realidade.”

Natinho em documentário produzido pela RedBull sobre o funk – Foto: Reprodução

Hoje, com 28 anos e nacionalmente conhecido, Natinho conquistou muitos seguidores em suas redes sociais: quase 3 milhões no Facebook, 300 mil no YouTube, 427 mil no Twitter e 105 mil no Instagram, consolidando-se como um dos principais criadores de conteúdo de funk para a internet no Brasil.

O influenciador digital tem uma vasta agenda de participações em eventos e clipes, videos no canal KondZilla, o maior do gênero na América Latina e também fez parte de um documentário sobre o funk feito pela RedBull, chamado “Back to Baile de Favela”.

O divisor de águas em sua carreira foi quando uma músicas postada em seu canal, de Mc Dede, chamada “Bumbum na Água” ultrapassou a marca de 10 milhões de acessos: ”essa música representa um ponto de mutação na minha vida e foi a chave inicial para o sucesso do canal e consequentemente para me tornar uma figura pública”, revela.

Fã faz tatuagem em homenagem a Renato Prata, o Natinho – Foto: Reprodução

O sucesso na internet também lhe trouxe reconhecimento fora do mundo virtual: “quando estou presente em eventos, as garotas fazem fila pra tirar foto e dar um abraço. Eu beijo, abraço, com muita satisfação. Me sinto honrado com isso. Para mim, o que importa é proporcionar o sorriso delas”, afirma.

Apesar de ter alcançado seus sonhos e metas com menos de 30 anos de idade, o influencer afirma que ainda existem mais coisas que sonha em conquistar: “meu sonho é dar uma casa pra minha família, uma boa casa na zona mais nobre da cidade. Outro desejo meu é ultrapassar 1 milhão de seguidores em cada rede social, Instagram, Twitter e YouTube”, conclui.

31 de maio de 2019