Driblando a crise, empresária paulista Natalia Martins fatura 6 milhões de Reais por ano

Empreender é um sonho de muitos, mas a missão de criar um negócio de sucesso, não tem sido fácil. Pesquisas realizadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontam que, q maioria das empresas fecham suas portas após cinco anos de funcionamento.

Mas enquanto algumas empresas encerram suas atividades, outras estão batendo recordes de faturamento, mês após mês. O segredo revelado pela maioria delas? Produtos ou serviços exclusivos. O clima incerto de muitas empresas e a dificuldade nas vendas, tem criado muitas oportunidades para os profissionais que dominam as chamados protocolos patenteados. 

No Brasil, uma das profissionais que tem se destacado por seu empreendedorismo é a paulista Natalia Martins, proprietária da Natalia Beauty Academy, especialista em linergismo e dermopigmentação, com técnicas exclusivas e patenteadas como: MICROBLADING FLOW BROWS e FLOW DUO LIPS.

Natalia revela que em menos de 2 anos do seu empreendimento, seu faturamento é equivalente a 6 milhões anuais. O segredo para tamanho sucesso, mesmo em um cenário de crise econômica como o atual, pode estar no atendimento e na oferta de uma experiência única para o cliente: “não só realizamos procedimentos de micropigmentação, mas ministramos cursos para mulheres que desejam aprender a técnica, a fim de leva-la para diferentes cantos do mundo e empoderá-las. Acredito que beleza é um estado de espírito, gostamos de realçar a beleza natural, e queremos que a nossa cliente se sinta linda como ela é, na sua melhor versão, e para isso lhes oferecemos sempre a melhor experiência”.

De acordo com os dados levantados pelo IBGE, pouco mais de 60% das empresas encerram suas atividades após os primeiros cinco anos. Uma outra pesquisa do instituto mostra que, por dois anos seguidos, o número de empresas que fecham as portas no Brasil é maior que o número de novas empresas abertas. A queda nas vendas tem sido apontada pela maioria dos empresários como a principal causa.

13 de março de 2019