Empresa de Minas Gerais negocia mais de R$ 12 milhões de precatórios em 2021

Em 2020, a Precavida alcançou a quantia de R$ 4 milhões em precatórios negociados e, em 2021, cresceu 300% até o terceiro trimestre

Leandro Vieira é advogado e, em 2019, estava conversando com seu amigo de infância, Ricardo Godoy, administrador, sobre empreendedorismo e planos de carreira, quando  comentou sobre o novo mercado de compra e vendas de precatórios que estava ganhando bastante notoriedade nos últimos anos. 

Ricardo foi pesquisar mais sobre precatórios e decidiu investir. Ao ler mais sobre o assunto, descobriu que a comunhão de interesses entre os credores que não desejam aguardar a fila de pagamento e as empresas que procuram ativos alternativos, fazem da negociação de precatórios um promissor nicho de mercado, até então explorado majoritariamente por fundos de investimento e grandes conglomerados financeiros.

Com isso, enxergou uma excelente oportunidade de empreender no ramo e resolveu continuar a conversa que teve com seu amigo de infância.

Assim, nasce a Precavida, empresa especializada na aquisição de direitos creditórios, cujo objetivo é satisfazer o pagamento antecipado de precatórios aos credores que não desejam aguardar o recebimento diretamente pelo ente público devedor. 

“Somos uma empresa jovem, especializada em ativos judiciais, mas com viés financeiro”, comenta Leandro Vieira, Diretor de Operações da Precavida. 

Sentindo faltar um integrante na equipe, os sócios resolveram convidar Aline Delmondes para ingressar no time, com o objetivo de profissionalizar o novo empreendimento, à estrutura contratual, societária, tributária, e ainda com a implementação de processos e procedimentos por meio de novas tecnologias.

Os precatórios

O mercado de precatórios, se expandiu devido ao crescente aumento das dívidas dos entes públicos municipais, estaduais e da União Federal. 

“Com o aumento de dívidas públicas, e diante de tantas incertezas quanto ao recebimento desses títulos, um grande volume de credores opta por vender seus precatórios com deságio, mas em troca da certeza do dinheiro no bolso, que os auxilia na realização de sonhos e objetivos de vida, além de sanar pendencias financeiras, comenta Ricardo Godoy, Diretor Comercial da Precavida. 

A Precavida

Em 2020, primeiro ano da empresa, a companhia registrou R$ 4 milhões de precatórios negociados. Já em 2021, até o terceiro trimestre, já foram adquiridos mais de R$ 12 milhões em créditos de precatórios, em aproximadamente 60 operações, que resultam em um ticket médio de R$ 200 mil em cada operação de cessão de crédito. 

O objetivo da Precavida, é dar liquidez ao mercado de precatórios, proporcionando que os credores antecipem seu crédito e possam ter acesso ao dinheiro imediatamente, e com isso realizem seus sonhos (casa própria, viagens, veículos, estudos e etc), quitem dívidas, fujam dos juros, cuidem de sua saúde e de seus familiares entre diversos outros benefícios que o dinheiro imediato pode proporcionar para as pessoas que necessitam do mesmo.

“Nosso processo de compra de precatórios é o mais rápido entre os players do mercado, pois desburocratizamos a operação. Por isso, nossa análise previa do credor e confecção do contrato é realizada em no máximo três dias, enquanto a maior parte das empresas do ramo precisam de 30 dias para realizar o mesmo trabalho”, explica Vieira.

A companhia preza muito pela agilidade no pagamento, pois sabe que o credor que realiza a cessão tem necessidade do dinheiro imediatamente. Sendo assim, 100% dos pagamentos são feitos em menos de 24 horas após a assinatura, sendo que 80% são realizados no ato da assinatura da cessão do crédito. 

“Nosso objetivo para 2021 é atingir mais de R$ 15 milhões de créditos de precatórios e continuar tendo 100% de satisfação entre os credores que antecipam os precatórios conosco. Já para 2022, nossa projeção é ultrapassar o valor de R$ 30.000,00 milhões e realizar mais de 200 operações de cessão de crédito”, finaliza Godoy. 

Sobre a Precavida

A Precavida é uma empresa especializada na negociação de direitos creditórios, tendo como objetivo satisfazer o pagamento antecipado de precatórios aos credores que não desejam aguardar o recebimento diretamente pelo ente público devedor. Para saber mais, acesse: https://precavidabrasil.com.br/ 

18 de outubro de 2021