Especialista dá dicas de fazer o seu botox durar mais na quarentena

O biomédico especialista em estética avançada, Dr. Gabriel Magalhães, ensina como fazer para que o procedimento de botox tenha maior duração já que muitos consultórios ainda seguem fechados em diversas cidades do Brasil devido à pandemia da covid-19.

Quem usa a toxina botulínica, mais conhecida pelo nome comercial botox, já sabe: depois de alguns meses, voltam os temidos pés de galinha e linhas de expressão e você corre para agendar uma reaplicação, para deixar tudo no lugar novamente. Agora, durante a pandemia da covid-19, onde muitas clínicas pelo país estão fechadas, é preciso encontrar meios para prolongar o efeito do botox.

Dr. Gabriel Magalhães, biomédico especialista em estética avançada, revela como o botox age e porque é preciso reaplicar periodicamente: “O botox age inibindo a contração muscular da região onde é aplicado, evitando o surgimento de rugas e marcas de expressão. No entanto, cada organismo reage de uma forma e a duração da aplicação pode variar de 3 a 6 meses. Contudo, existem cuidados que podem ser tomados mesmo fora dos consultórios para que a aplicação do botox tenha maior duração”, revela.

Confira as dicas do Dr. Gabriel Magalhães para prolongar a duração da aplicação de botox:

Evitar calor ou aumento de temperatura na região aplicada 

Isto vai desde exposição ao sol com certa frequência, muito tempo em cozinhas industriais de alta temperatura, sauna, secador de cabelo e chapinha próximo a região também.

Utilizar óculos de grau ou de sol

É importante evitar o simples fato de franzir a testa e entre as sobrancelhas para leituras ou com incidência de raios solares. Por isso, caso sinta dificuldade visual, use óculos.

Não fazer caretas ao realizar atividade física.

Dr. Gabriel Magalhães/Reprodução / MF Press Global

 A própria liberação de radicais livres durante atividades de alta intensidade já prejudica a durabilidade da toxina. Franzir o rosto ou fazer caretas durante o treino ainda piora a situação.

Cuidado com o uso de anti inflamatórios, antibióticos e corticóides.

O uso dessas substâncias diminui a durabilidade. Por isso é muito importante também evitar a automedicação em tempo de covid-19.

Aumente a sua vitamina D

A baixa de vitamina D faz cair a durabilidade dos resultados do botox. É preciso mesmo durante a quarentena tomar um solzinho no horário recomendado ou suplementar com a vitamina sob a orientação de um profissional habilitado.

Evite o aumento do cortisol

Situações de estresse provocam o aumento do Cortisol, que também faz cair durabilidade dos resultados do botox. Com a pandemia e os problemas, muitas pessoas têm apresentado níveis de stress alto, o que faz com que o botox dure menos também. Relaxe!

22 de Maio de 2020