O tão sonhado selo de verificação do Instagram

O selo de verificação, aquele selinho azul do Instagram, tornou-se o principal objetivo de quem usa a rede social para ganhar dinheiro. Em meio a tantos usuários que dão dicas e se dizem influencers, o selo azul, é o que garante ao perfil a credibilidade e a notoriedade, segundo Fabiano de Abreu, responsável por mais de mil solicitações de selo. A maioria reprovado, segundo ele. 

CEO da empresa MF Press Global, o jornalista e empresário abriu o jogo sobre como funciona esse procedimento e deu dicas dos cuidados que deve-se tomar para não cair no famoso golpe dos que se dizem trabalhar com verificação do Instagram, empresa do Facebook. 

Como não ser vítima do ‘golpe do selo de verificação’
“Nós não somos o Facebook, também não existe nenhuma empresa que responda pelo Facebook. Uma empresa grande como o Facebook não vai fechar parcerias com nenhuma empresa colocando seu nome em risco caso tenha algum problema, isso é o óbvio. Então se alguém disser que trabalha no ou com o Facebook, ou tem algum vínculo, desconfie. Também não pague a nenhum profissional que alegue obter para você o selo antes de consegui-lo, ou pode acontecer de você não ter o selo e nem mais o seu dinheiro. São inúmeros casos como esse”. 

Fabiano de Abreu

Estratégia para conseguir o selo “O selo de verificação nada mais é que o: ‘celebrity confirmation’. A confirmação de que você é uma celebridade no seu nicho, no seu meio, uma pessoa pública. Para solicitação do selo, precisa-se de argumentos que mostrem para o Facebook que você é realmente uma pessoa apta a adquirir o selo. O número de seguidores não importa. Já presenciamos casos de pessoas com 5 mil seguidores sendo aprovado ao selo. A melhor estratégia para a tentativa do selo é com artigos publicados na imprensa, que comprovem que você é uma pessoa pública ou de relevância social. Não tenho conhecimento de outro argumento plausível ao selo. Ao juntarmos os documentos, as provas, e os artigos na imprensa, temos de argumentar que a pessoa é de fato uma pessoa famosa e que o selo a protege de hackers e a condecora, para confirmar que a pessoa é realmente quem diz ser”.

31 de março de 2019