“O Tarot Psicológico revela o indivíduo para si mesmo”, afirma psicóloga

O Tarot é um jogo de cartas originário da França é composto por um baralho de 78 cartas. Desde o século XVIII as cartas passaram a ser usadas para a previsão do futuro e desde fins do século XIX elas integram o cerne do esoterismo moderno juntamente com a Cabala, a astrologia e a alquimia medieval.

Para além de todo o misticismo geralmente associado ao jogo do Tarot, a psicóloga e terapeuta Roselene Espírito Santo Wagner pratica o chamado Tarot psicológico e conta os efeitos práticos de sua utilização: “O Tarô Psicológico tem como objetivo instruir o cliente a respeito do seu potencial.
O que posso fazer? Como uma formulação adulta, responsável e consciente”.

A Dra. Roselene explica que o Tarot pode ser usado para autoconhecimento e revelar o inconsciente: “Os conteúdos inconscientes irão emergir em ‘imagens’, em arquétipos. O homem precisa de seus símbolos, pois nem tudo o que sentimos sabemos dar nome.Não temos a nomenclatura correta para tudo. Quando alguém sabe interpretar e dar nomes as nossas emoções, sentimentos, impressões, isto traz alívio, pois deixa de ser ‘angústia’ e incompreensão”.

O tarot pode revelar o indivíduo através dos arquétipos – Foto: Pixabay

De acordo com a psicóloga, através da terapia, é possível mergulhar no inconsciente e acessar sua parte mais profunda: “O consciente é limitado e está sempre organizando tudo em camadas. A memória é seletiva para evitar o caos psíquico. O que é utilizável, necessário, permanece na superfície, na periferia, no consciente, e torna-se acessível ao conhecimento direto. Já o que não apresenta interesse imediato é disposto em camadas psíquicas mais profundas, no inconsciente, e é la que vamos mergulhar”.

A Dra. Roselene Espirito Santo Wagner – Foto: Reprodução / Facebook

Porém para a Psicanálise, a ausência de traços mnésicos, explicada sobretudo pelo Recalque, ou seja, em função de considerações mais afetivas e psicológicas: “O ser humano é muito complexo. A existência é sutil, matizada, cheia de nuances nem sempre decifráveis. Assim, o Tarot Psicológico revela o indivíduo para ele próprio. A verdade é que ao longo de toda uma vida o indivíduo “nutre” e preenche seu inconsciente. O esquecimento, ou recalque, que concerne tanto à realidade como um todo (recalque completo de um desejo, de um medo, de um trauma) diz respeito não somente aos afetos dolorosos e desagradáveis, mas também aos pensamentos, aos desejos ou atos não realizáveis ou proibidos. Para evitar, em caso de frustração, um estado permanente de tensão. Assim, o recalque atua drenando essa energia para o inconsciente. Por conseguinte, a tensão é aplicada de uma maneira ilusória, pois quantidade de energia não se esgota externamente, mas sempre permanece no lado de dentro. Contudo, por um plano consciente, a tensão desaparece”.

Através desta terapia, segundo a Dra. Roselene, o indivíduo ao abrir-se para si e ter o seu inconsciente revelado, abre-se para o mundo e para os outros: “O óbvio precisa ser dito,
e por isso conhecer-se revela o conhecimento universal. Conhecer o mundo revela os outros
Compreender melhor melhor os comportamentos individuais, analisar determinada situação, avaliar as inquietações alheias, conhecer os outros”.

27 de abril de 2019